Fome

A fome era tanta que unhas e cutículas acabaram em um segundo. Enquanto o almoço não chegava, colocou um lápis na boca e começou a morder. O gosto da madeira ficou amargo ao olhar seu cão, com olhar de desaprovação, ao lado de uma cadeira roída. O jogo virou.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s