Incensos

sssds

Acendeu um incenso para cada ente querido que perdera. Outras famílias faziam o mesmo. Lágrimas corriam soltas por seu rosto. Como poderia seguir? Uma gigante névoa surgia no pequeno povoado. O fogo havia queimado a pequena igreja. Duzentas pessoas mortas por um coroinha desastrado e um saída de emergência inexistente. Jorge, após acender seu último incenso, olhou o mar de fumaça. Na mistura de perfumes e tristeza só pode imaginar que as almas agora subiam para descansar em paz. Ao chegar em casa percebeu, o perfume ficara nele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s