Dia das mulheres

???????????????????????????????

O escritor resolveu escrever um poema para amada. Pegou papel e caneta e sentou-se com a foto da amada a sua frente. Começou escrevendo de sua beleza, suas curvas. Como caiam-lhe bem o cabelo e as roupas que vestia. Como ela era capaz de reparar em toda mudança que ocorresse com ele, não importando o tamanho do detalhe. Parou na palavra “detalhe”. Por que ela gostava tanto dos detalhes? Ela na verdade algumas vezes era irritante querendo saber de tantos detalhes. A raiva subiu e ele rasgou a folha à sua frente. Com as mãos na cabeça pensava que tinha que se acalmar. Mas como? Foi imediata a resposta. Pensou em como a amada sabia acalmá-lo e dizer que tudo ficaria bem. Que tudo passa. Ficou automaticamente calmo só de lembrar do ombro onde ele havia chorado algumas vezes, e das mãos que o acariciavam com delicadeza na hora em que sua vontade era explodir. Pegando outra folha escreveu não apenas da paixão, mas do amor que sentia por aquela moça. Um amor alegre, bonito e confidente. Havia encontrado uma esposa ideal. Cheia de defeitos, mas todos mais que compensados por cada uma de suas qualidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s