Outros tempos

O menino andava descalço no cascalho. Suas costas desnudas marcadas das chicotada do feitor. Uma mão sem dedos, perdidos na moenda. Porém, o pequeno sorria. Tinha comido manga verde e bebido leite direto da vaca. E, ainda podia sorrir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s