Sonolento

Deitado, lia um parágrafo e sua mente viajava. De tão longe que ia, acabava tendo que reler o parágrafo. Novamente viajava. Quatro ou cinco vezes isso acontecia por noite, até que acordasse, de manhã, tirando(virando) páginas de sua cabeça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s